Cartografias da memória em Chris Marker e W.G. Sebald: apontamentos sobre a relação entre História, memória e mapas

  • Álvaro Brito Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Artes e Comunicação, PPGCOM, 50670-901 - Recife
Palavras-chave: História e Memória, Ensaísmo, Cartografia

Resumo

O presente ensaio aproxima Chris Marker e W.G. Sebald, com o objetivo de definir e desenvolver questões que perpassam suas obras: a construção de um discurso historiográfico, as ambiguidades da memória, o movimento errante de suas personagens e o pensamento ensaístico. Tentamos esboçar alguns pontos de partida para tornar possível a escrita de uma memória como cartografia, que se faz no caminhar sobre o mundo, na coleta de imagens e relatos que contam histórias de vidas extraviadas pelos descaminhos da História.

Biografia Autor

Álvaro Brito, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Artes e Comunicação, PPGCOM, 50670-901 - Recife
Formado em Cinema e Audiovisual, atualmente é pesquisador no departamento de Comunicação Social (PPGCom) da Universidade Federal de Pernambuco.
Publicado
2016-11-08