Arte e cinema. Uma história que se faz

  • Marina Vinyes Albes Université Paris-Sorbonne Paris IV, Centre de Recherches Interdisciplinaires sur les Mondes Ibériques Contemporains – Arts Visuels, 75005, Paris / Universitat de Barcelona, Département de Philosophie Théorétique et Pratique de l’Universitat de Barcelona, 08001, Barcelona
Palavras-chave: Cinema, Artes visuais, Cinema de exposição, Dominique Païni

Resumo

Comentário critico da exposição "Arte y cine. 120 años de intercambios", organizada por el CaixaForum Barcelona, 16 dezembro 2016 - 26 março 2017.

Biografia Autor

Marina Vinyes Albes, Université Paris-Sorbonne Paris IV, Centre de Recherches Interdisciplinaires sur les Mondes Ibériques Contemporains – Arts Visuels, 75005, Paris / Universitat de Barcelona, Département de Philosophie Théorétique et Pratique de l’Universitat de Barcelona, 08001, Barcelona

Marina Vinyes Albes é uma estudante de doutoramento e professor assistente na Universidade de Paris-Sorbonne (Estudos Latino-americanos – Artes Visuais) e na Universidade de Barcelona (Filosofia), terminando uma dissertação sobre as ligações entre imagem, identidade, representação e memória nas arpilleras chilenas. Em 2016, comissariou a exposição Omer Fast. Present Continuous na galeria Jeu de Paume (Paris), e publicou os livros Usos i abusos de la imatge en l’univers visual de la Shoah, que recebeu o Primeiro Walter Benjamin Memorial International Price em 2013. Programadora independente de cinema, contribuiu regularmente para as publicações Cultura/s (o suplemento cultural do diário La Vanguardia) e para a revista online da galeria Jeu de Paume, entre outras.

Publicado
2017-05-27
Secção
Exposições e festivais de cinema