Dinâmicas de espaço do road movie da década de 70: Richard C. Sarafian, Monte Hellman e Terrence Malick

  • Filipa Rosário Universidade de Lisboa, Centro de Estudos Comparatistas, 1600-214 Lisboa
Palavras-chave: Road movie, espaço, Richard C. Sarafian, Monte Hellman, Terrence Malick

Resumo

Vanishing Point (Richard C. Sarafian, 1971), Two-lane Blacktop (Monte Hellmann, 1971) e Badlands (Terrence Malick, 1973) são road movies que integram viagens distintas mas que, a dado momento, se assemelham. Fazem-no por via dos seus heróis, que agem como peregrinos não-místicos para quem a viagem surge como um destino em si, mesmo se revestida de perseguição, corrida de automóvel ou fuga à autoridade. Num género cinematográfico que se edifica a partir do elemento espacial, a vivência da estrada estrutura a narrativa, filme a filme. Desta forma, o momento em que a viagem perde o seu sentido teleológico adquire uma relevância acrescida, permitindo compreender com uma outra profundidade as dinâmica de espaço do género.

Neste ensaio, analisarei comparativamente o modo através do qual personagens e realizadores se relacionam com o cenário/paisagem, no sentido de identificar constrangimentos ideológicos em relação ao espaço, constrangimentos esses que o road movie parece num primeiro momento ocultar. Easy Rider (Dennis Hopper, 1969) será uma presença transversal no texto uma vez que, enquanto fundador do género, fixou a lógica interna deste.

Biografia Autor

Filipa Rosário, Universidade de Lisboa, Centro de Estudos Comparatistas, 1600-214 Lisboa

Filipa Rosário é investigadora de pós-doutoramento no Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde desenvolve um projecto sobre a paisagem no cinema português dos últimos cinquenta anos. Integra a equipa do projecto "Falso Movimento – Estudos sobre escrita e cinema", em desenvolvimento no mesmo centro. É doutorada em Estudos Artísticos - Estudos do Cinema e do Audiovisual (2010) pela FLUL, onde apresentou uma tese sobre a representação da cidade norte-americana no road movie, e mestre em Literatura Comparada (2005), na mesma instituição, onde apresentou uma dissertação sobre o cinema de John Cassavetes.

Publicado
2014-06-21