O Cineclube Antônio das Mortes e sua produção de filmes independentes

Marina da Costa Campos

Resumo


Este artigo tem o objetivo de discutir a produção de filmes experimentais realizados pelo Cineclube Antônio das Mortes na década de 1980, em Goiânia, a partir do termo “cinema independente”. Por este trabalho ser ainda um estudo inicial, pretende-se, por meio do estudo das discussões sobre o “cinema independente” na história do cinema brasileiro, desde o final da década de 1940 até 1980, lançar alguns apontamentos na tentativa de compreender em que medida a produção cinematográfica goiana aproxima-se ou se distancia das diferentes concepções que o termo adquiriu ao longo das décadas.


Palavras-chave


Cineclube Antonio das Mortes; Cinema experimental; Filmes independentes

Texto Completo: PDF HTML



Esta revista é publicada pela AIM - Associação de Investigadores da Imagem em Movimento com o apoio do IHC - Instituto de História Contemporânea (FCSH-UNL) | Os textos aqui publicados têm uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional | Design: Bloco D | ISSN 2183-1750

Indexação: Latindex, ERIH/European Science Foundation, RCAAP, DOAJ, Crossref | CAPES/WebQualis: A2