1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

The creation of the Association of Moving Image Researchers [AIM] arose from the desire to bring together in Portugal researchers from around the world who share the same interests and objectives.

Become Member

Join an international community of motion picture researchers and stay abreast of all AIM initiatives and news!

News

  • Aniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento v. 8 n. 2 (2021) já está online
  • Prémios AIM 2021



    Divulgamos os vencedores dos prémios AIM, atribuídos no X Encontro da Associação.

    Melhor Monografia - CEIS20

    JOSÉ BÉRTOLO – SOBREIMPRESSÕES. LEITURAS DE FILMES (2019)

    Os ensaios que compõem a monografia de José Bértolo começaram por ser textos publicados, à razão de um por mês, entre setembro de 2017 e novembro de 2018, no website À pala de Walsh. Para este livro, o autor reviu-os, modificou-os e acrescentou outros, que antes haviam tomado a forma de comunicações em diversos encontros académicos. O júri destaca, aqui, o estudo nada compósito sobre o conceito de “sobreimpressão”, que surge clarificado e consolidado pelas leituras dos diferentes objetos fílmicos, em análises de grande rigor e maravilhamento.

    Melhor Coletânea de Textos

    LÚCIA NAGIB, RAMAYANA LIRA DE SOUSA E ALESSANDRA SOARES BRANDÃO – ANIKI V. 5 N. 3 DOSSIÊ 'O CINEMA BRASILEIRO NA ERA NEOLIBERAL' (2018)

    Esta coletânea de textos corresponde a um dossiê publicado pela revista Aniki sobre o cinema brasileiro na era neoliberal, organizado por Lúcia Nagib, Ramayana Lira de Sousa e Alessandra Soares Brandão. Ao atribuir este prémio, o júri destaca a qualidade geral dos artigos reunidos no dossiê, que contribuem de formas diversas para traçar um quadro denso da resistência do cinema brasileiro ao projeto neoliberal, desta maneira valorizando a ligação da criação cinematográfica à atualidade social e política.

    Melhor Ensaio

    FÁTIMA CHINITA - “ROY ANDERSSON’S TABLEAU AESTHETIC: A CINEMATIC SOCIAL SPACE BETWEEN PAINTING AND THEATRE” (2018)

    A análise que Fátima Chinita opera da trilogia de Roy Andersson vai além de um exame apurado daqueles três filmes do cineasta sueco: engendra uma profunda reflexão acerca de conceitos como a espacialidade, a representação fílmica, o cruzamento entre pintura e cinema, ou a relação entre arte e vida. A originalidade das leituras propostas não recusa, porém, o diálogo com pensadores e críticos que, anteriormente, se ocuparam dos conceitos que neste ensaio são operativos. Foi esta relação com teorias fílmicas, num olhar agudo sobre uma obra, transformado em apreciação da arte, que o júri decidiu premiar.

    Melhor Trabalho de Estudante de Pós-Graduação

    PEDRO FLORÊNCIO – “ESTRATÉGIAS CUMULATIVAS PARA UM PONTO DE VISTA DE NENHURES EM FREDERICK WISEMAN”

    Trata-se de um trabalho desenvolvido no contexto de uma investigação de doutoramento que analisa a construção do olhar documental no cinema de Frederick Wiseman através da prática da montagem. Com este prémio, o júri premeia o rigor e a originalidade da pesquisa de Pedro Florêncio sobre a obra deste importante cineasta norte-americano.

  • Chamada de trabalhos para a secção ‘Exposições e festivais de cinema’ da revista ANIKI

     Está aberta em permanência a chamada de trabalhos para a secção ‘Exposições e festivais de cinema’ da Aniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento.

    A secção convida à publicação de textos críticos sobre festivais de cinema e exposições direcionadas para a imagem em movimento, ou que, de alguma forma, a envolvam. Mais do que dar conta dos festivais e das exposições actualmente em curso ou de recente realização, estas recensões devem estabelecer uma distância crítica que lhes permita refletir, de forma sustentada (recorrendo, se necessário à literatura especializada), sobre questões políticas, historiográficas, museológicas ou estéticas que estes eventos colocam ao campo dos estudos de cinema, média, artes e culturas visuais.

    As recensões podem refletir os interesses de pesquisa (ou projetos em curso) de profissionais como investigadores, curadores, arquivistas, museólogos e artistas, entre outros.

    Diretrizes específicas

    - Os autores das recensões não devem ter uma relação profissional com o festival de cinema ou a exposição em análise;

    - Recomenda-se que, na mesma recensão, se aborde, no máximo, três eventos (festivais de cinema ou exposições);

    - Os eventos a recensear devem ser actuais ou realizados nos últimos três anos;

    - Devem ser incluídas introduções que contextualizem os festivais de cinema ou as exposições;

    - A revisão crítica deve ser estruturada de forma a elencar uma ou mais temáticas;  

    - Os textos, escritos em português, espanhol ou inglês, devem ter entre 800 e 2000 palavras.


    Estas directrizes não dispensam a consulta das ‘Políticas de Secção’ e ‘Instruções para Autores’, antes da submissão dos textos, aqui. As dúvidas ou propostas devem ser enviadas para: aniki@aim.org.pt

  • Começa esta quarta feira o X Encontro Anual da AIM



    Tem início já na próxima quarta feira o X Encontro Anual da AIM. Este vai ter lugar, online, através da plataforma zoom, entre os dias 26 e 29 de Maio. Todos os painéis serão transmitidos em direto através do Youtube. Em breve divulgaremos mais detalhes sobre a programação diária. Entretanto já se encontra disponível no site da Associação o programa final com todos os painéis, resumos e dias de apresentações. Podem fazer download aqui.


  • Livros disponíveis para recensão na revista ANIKI

    A revista ANIKI apresenta os livros disponíveis para recensão crítica:

    Os títulos actualmente disponíveis são:  

    - Bértolo, José. 2020. Espectros do Cinema: Manoel de Oliveira e João Pedro Rodrigues. Lisboa: Sistema Solar.

    - Bértolo, José. 2019. Sobreimpressões - Leituras de Filmes. Lisboa: Sistema Solar.

    - Bogalheiro, José e Guerra, Manuel (ed.). 2020. Descasco as imagens e entrego-as na boca - Lições António Reis. Lisboa: Sistema Solar.

    -Childs, Jeffrey (ed.) 2019. Espelhos do Film Noir. Lisboa: Sistema Solar.

    - Clarke, M.J. e Wang, Cynthia. 2020. Indie Games in the Digital Age. London: Bloomsbury Academic.

    - Conde, Maitê e Dennison, Stephanie (ed.). 2018. Paulo Emilio Salles Gomes: On Brazil and Global Cinema. Cardiff: University of Wales Press.

    - Cordero-Hoyo, Elena e Soto-Vázques, Begoña. 2020. Women in Iberian Filmic Culture: A Feminist Approach to the Cinemas of Portugal and Spain. Bristol: Intellect.

    - De la Garza, Armida, Doughty, Ruth e Shaw, Deborah (ed.). 2020. Transnational Screens: Expanding the Borders of Transnational Cinema. New York: Routledge.

    - Dias Branco, Sérgio. 2020. Escrita em Movimento - Apontamentos Críticos sobre Filmes. Lisboa: Sistema Solar.

    - Florêncio, Pedro. 2019. Esculpindo o espaço. O cinema de Frederick Wiseman. Porto: Húmus

    - Leitão de Barros, Joana e Mantero, Ana. 2019. Leitão de Barros - A biografia roubada. Lisboa: Bizâncio.

    Os interessados em fazer a recensão de uma destas obras deverão contactar o editor da secção através de aniki@aim.org.pt